All posts by Eric

História 86 - Com os olhos no futuro

História 86 – Com os olhos no futuro



Quando Rabia adolescente – mãe de primeira viagem com um bebé recém nascido -, vivendo ainda em casas dos pais que não têm condições para ficar com o bebé, decide voltar à escola, terá que lutar para impor a sua vontade de continuar a sua vida e manter o clima de paz com o namorado e sogros.

História 85 - Fábrica de Doces

História 85 – Fábrica de Doces



Quando a Sereia Nguva, Deusa da Fertilidade, descobre que o Coronel Luvas – um homem de costas quentes -, conseguiu ilicitamente uma licença para a construção de uma fábrica de doces – nocivos à fertilidade -, no terreno sagrado de Nguva, terá que encontrar formas de arrefecer as costas do Coronel Luvas, impor o seu domínio nas suas terras e salvar Nguva dos malefícios da fábrica.


vacinas

História 82 – Naparamas



Quando Carla – estudante do curso de enfermagem, integrada numa brigada móvel de vacinação -, se confronta com Manuel António, líder falecido – entretanto ressuscitado dos Naparamas -, que provoca enchentes com sua vacina que diz que torna as crianças imortais, terá que encontrar maneiras de investigar a vacina e persuadir Manuel António de fazerem uma campanha única.


txunando os ritos

História 80 – Txunando os Ritos



Quando Balão e Dorival – estudantes “Vientes”, Intxunáveis -, decidem entrar nos ritos masculinos por não entenderem alguns aspectos da cultura das suas namoradas – filhas dos Nguvas, do povo matrilinear -, terão que decidir se se submetem às tradições ou se confrontam os hábitos de Nguva, txunando os ritos.


História 79 – Rei dos Ngomatis



Quando Anastácio Cebola – melhor pescador de Nguva e Presidente da ASPENGU -, chefe de uma família de matulões no meio de um povo de baixinhos, é acusado de roubar a altura das crianças para manter a sua família no poder, terá que provar, com ajuda do curandeiro de Nguva, que não há feitiço ou magia e que a palestra criou um mal entendido entre os Nguvas.

brincar

História 78 – Filhos de Nguva



Fifi é profissional de beleza, mãe de Naira e irmã do recém-nascido Ankanu e namorada do Balão que é fornecedor de brinquedos à Escolinha da Didinha. No entanto. com visões totalmente opostas à mãe em relação aos cuidados a ter com o bebé, Fifi descobre que Ankanu, o seu irmãozinho, está atrasado no seu desenvolvimento e que a mãe procura a cura no curandeirismo, terá que ser muito criativa para fazer entender à sua mãe que o que é preciso é estimular e interagir mais com a criança.