Tag Archives: Casamento Prematuro

História 110 – Resgate



Quando Anastácio, Pai coruja, toma conhecimento que a sua filha Graça de 13 anos está presa em casa de um homem mais velho, polígamo, como troca por esta ter ajudado a esposa do homem a fugir e a esconder-se na casa da irmã da mãe, terá que encontrar formas de libertar a filha das mãos do Polígamo, apoiá-la nas suas lutas e conseguir que o homem tenha consciência dos seus crime e se faça justiça.


História 104 – Padre com P maiúsculo



Quando o Padre Tomás, que pediu para ser colocado na Paróquia de Nguva para viver perto da sua filha Milagre e continuar a sua missão de sacerdote, é confrontado com ameaças de agressão física contra ele e a sua família por pessoas da comunidade, terá que desenhar uma estratégia de intervenção, que lhe permitirá continuar a luta e a incentivar os líderes religiosos de Nguva a não celebrar casamentos com pessoas menores.

3. Efeitos Colaterais



Quando Anastácio – que por pressão da professora da sua filha de 12 anos, desistiu de casar a menina, com um homem rico de Nguva, contrariando um costume Nguva –  e apostou tudo na formação dela, se depara com encerramento, por tempo indeterminado das escolas, terá que compreender que se trata de uma situação passageira, encontrar alternativas para orientar a filha e conduzir o futuro dela sem colocar a vida dela em risco, nem quebrar a promessa feita a professora de investir na formação da filha.


História 87 – Phambene



Quando Balão e Dorival – recentemente saídos dos Ritos e distinguidos com a premiação mais alta “PHAMBENE” que significa caminhar para a frente com Coragem -, convidados a participar nos encontros para discutir as mudanças nos ritos, são barrados pelos anciãos que não os reconhecem como porta-vozes dos jovens de Nguva, terão que arranjar formas de convencê-los de que têm muito para contribuir para a mudança nos Ritos tradicionais de Nguva.

txunando os ritos

História 80 – Txunando os Ritos



Quando Balão e Dorival – estudantes “Vientes”, Intxunáveis -, decidem entrar nos ritos masculinos por não entenderem alguns aspectos da cultura das suas namoradas – filhas dos Nguvas, do povo matrilinear -, terão que decidir se se submetem às tradições ou se confrontam os hábitos de Nguva, txunando os ritos.


paixonite de mira

História 74 – Paixonite da Mira



Quando Mira, rapariga de 13 anos, seropositiva e filha lindíssima do Papa Nicolau – que é um predador na reforma -, casado com uma aluna sua que é mais nova, se apaixona pelo seu professor-estagiário de 20 anos, que lhe ajudou quando sofreu de bullying dos seus colegas, terá que fazer de tudo para conquistar o seu professor e convencê-lo de que ele é o homem certo com quem quer viver para o resto da sua vida.

História 56 – Um Macho nos Ritos Femininos



Quando a Madrinha-Mestre, com a missão de adequar os ritos ao presente, convida o Sérgio, machista de 24 anos e dono da gravidez da sua namorada de 14 anos, para preencher parte do programa dos ritos femininos, terá que descobrir como usar a experiente do Sérgio para atingir o seu objectivo de actualizar os ritos.

História 36 – As Encalhadas



Quando a Régula Nguva é pressionada, pelos pais das gémeas “encalhadas”, a fazer uma cerimónia de purificação, terá que encontrar, junto dos espíritos, uma forma de desatar o nó em torno do mistério que envolve a não aderência ao casamento prematuro das duas meninas encalhadas.