Tag Archives: Adolescentes

História 159 – ALFORRIA



Quando o APE Jamal, activo e conhecido em Nguva como um agente de saúde, durante as visitas de vacinação de raparigas adolescentes contra o HPV, é informado da existência de uma menina com deficiência auditiva que vive cativa e submissa aos caprichos do seu tio materno e que não permite visitas ou a socialização da rapariga, terá que ser corajoso para confrontar o tio de forma a obrigá-lo a libertar a rapariga do cativeiro e denunciá-lo às autoridades competentes.


História 156 – CASA DA TIA TAMPA ANIMA



Quando a Tampa, mãe zelosa, que quer aproveitar as restrições impostas pela nova pandemia, que obriga os Nguvas a ficarem confinados em suas casas, para se aproximar dos filhos, descobre que os seus vizinhos, impressionados pela forma criativa como ela passa o tempo com seus meninos Xipinho e Zezinho, querem transformar a sua casa em parque de diversões, terá que fazer de tudo para garantir a segurança para si e seus filhos e ajudar os seus vizinhos a descobrirem formas criativas para motivar os seus filhos a ficarem em casa, de forma segura e criativa.


História 155 – BECO SEM SAÍDA



Quando Ritinha, desejosa de pertencer a um grupo sempre unido de meninas amigas, as quais durante muito tempo ouviu rirem-se divertidas e gabarem-se de terem visto um filme curto, mas super nice, com o título “Big Panda” no telefone do professor, ao ser convidada por elas a assistir a mais uma sessão do referido filme e descobre que, na verdade, se trata de um filme impróprio para menores, terá que usar dos seus conhecimentos sobre o que é certo e errado para tomar uma decisão que não fira os seus princípios éticos e morais.


História 153 – A FACE OCULTA



O que acontece quando a Josefina, mentora das raparigas Biz, que trabalha como voluntária num
acampamento de refugiados da Guerra de Cabo Delgado, descobre que o Coronel Luvas, um
conceituado empresário de Nguva, dissimulado, usa a máscara da ajuda humanitária para facilitar a
retirada de raparigas adolescentes do acampamento para um destino incerto?


História 152 – Escola para todos



Será que a Nguva, o diretor da Sere que a Nguva, tomará da escola, o primeiro, com o bem-estar
da escola Nguva, poderá trazer Completa de Nguva, trazer da escola à razão e-lo. tomar como medidas de educação que possibilitam a inclusão de todas as crianças de Nguva, com ou sem, num sistema aberto e exclusivo de inclusão.


História 151 – O REENCARNADO



Quando o Download, uma mulherengo reformado, ao descobrir que o Gito, o seu novo amigo, atrevido
e inconsequente, tem-se apresentado como “o novo Download, o reencarnado”, para seduzir indiscriminadamente como meninas de Nguva e-las à cama , terá que limpar, um nome para compreender como amigo ser chamá-lo, que limpará o seu nome.


História 144 – Lei é lei



Quando a Sereia Nguva, líder espiritual de Nguva, é chamada a negociar a retirada das esposas e filhos de Konokono, que decidiram acampar no recinto reservado para o julgamento do esposo e pai que responde pelo crime de união prematura, exigindo a sua libertação por este ser o único provedor da alargada família, terá que encontrar formas de convencer a família da gravidade do crime cometido pelo polígamo e criar um espaço seguro para o julgamento sem perder a aprovação do seu povo.


História 143 – Brincadeira tem hora



Quando os Intxunáveis, que participam num acampamento na praia de Nguva, promovido pelo Instituto Politécnico o Futuro é Hoje, vêm o seu colega Gito, sair correndo da água salgada do mar, aflito pelo ardor das feridas que tem no pénis e que alega serem resultantes de uma alergia à comida servida no Lar Portem-se Bem, terão que encontrar limites para as suas brincadeiras, e encarar o assunto com seriedade, de modo a convencer o amigo a procurar ajuda no SAAJ.


História 142 – O segredo da confissão



Quando o Padre Tomás, sacerdote íntegro e respeitado na comunidade, que fez o voto do silêncio, recebe a Mira em acto de confissão, uma adolescente de 13 anos, que conta, entre lágrimas e soluços, o seu envolvimento sexual com o Coronel Luvas em troca de comida, terá que decidir entre seguir rigorosamente as regras da sua Igreja ou despir a batina sacerdotal e fazer o Coronel Luvas pagar pelo seu crime.


História 137 – Um por todos, todos por um



Quando o Zezinho, sempre fiel aos seus amigos, leva o seu novo amigo com Sindrome de Down para o campo de Jogos, e faz um show que culmina com uma boa prestação no campo onde marca vários golos, vê o seu novo amigo vaiado e humilhado pelos seus velhos amigos, terá que ser bravo e corajoso para enfrentar os velhos amigos e fazê-los perceber que o novo amigo nada tem de feiticeiro e que, em vez de afastá-lo, devem aprender que o amigo tem os mesmos direitos e sonhos que eles.