História 126 – Fronteira



Quando Jasiri Nyangumi, líder da pequena aldeia de Nyangumi, recentemente “txunado” pela Sereia Nguva sobre os cuidados para prevenir a cólera, que por se sentir enganado, decide implementar um isolamento territorial que deixará os Nguvas sem água potável, terá que gerir as consequências da sua atitude para conseguir proteger os Nyangumi.


História 125 – Toalha ao chão



Quando a Sereia Nguva, cansada das justificações dos Nguvas que usam, como desculpa, as destruições causadas pela tempestade para continuarem a defecar na praia, precisará de muita coragem para cortar o cordão umbilical com os Nguvas e seguir um outro destino ao lado do seu marido Dugongo, deixando Nguva sem proteção espiritual, contrariando o desejo dos Deuses do mar.


História 124 – A dona Joana



Quando Olímpio recebe das mãos de Dona Joana, a dona da Barraca mais famosa de Nguva, uma surpreendente factura pela utilização do seu bar que fica cada vez mais cheio de homens que vêm ouvir as conversas “picantes” de Olímpio sem comprar nada terá que convencer a dona Joana da importância das conversas que ele tem com os amigos para o bem-estar das famílias de Nguva e ajuda-la a encontrar dentro da palestra formas de ampliar o seu negócio.


História 123 – Pacote armadilhado



Quando  Fifi, mãe batalhadora, “vukuvukeira”, que viu a festa de baptismo da sua filha ser cancelada por causa da tosse de que a menina, de dois anos e meio padece há cinco dias e sem sinais de melhora, ao tentar doar os brindes e outros produtos da festa aos convidados, depara-se com a recusa dos mesmos em receber a oferta por, alegadamente, conterem o vírus que provocou a tosse à menina, terá que engolir o choro, erguer a cabeça e insistir na busca da cura para doença da sua filha.


História 122 – Vozes do além



Quando o casal Olímpio e Ermelinda, família modelo, com um filho adoptivo, depois de uma noite em que tiveram o mesmo pesadelo onde todas as crianças de Nguva apresentavam os olhos e parte da cabeça amarelada, são surpreendidos pela visita de uma sobrinha, aflita, com um bebé recém-nascido nessas condições. Ambos mergulharão num mar de dúvidas entre o real e sobrenatural e na resposta a essas dúvidas encontrarão a cura para a doença do seu familiar recém-nascido.


História 121 – O sacrifício de amor



Quando Sérgio, trabalhador e pai zeloso, namorado de Rabia, deprimida, na tentativa de salvar o filho desprezado pela mãe, ao trocar o mar pela paternidade, terá que fazer o impossível para conseguir conciliar a pesca, seu ganha pão, e os cuidados do filho de forma a preencher o vazio deixado pela mãe do menor e garantir que ele tenha um crescimento saudável.


História 120 – O herói vivo



Quando Telmo, que organizou o torneio de futebol feminino “chutando álcool e drogas”, onde “AS MUHURI” a equipa sensação do torneio é, surpreendentemente, humilhada com uma derrota vergonhosa, descobre que o plantel esteve  na noite anterior ao jogo, na festa “ninguém é de ninguém” organizada por Bilal, um empresário duvidoso, terá que decidir se expulsar a equipe toda do torneio ou encontra outra forma de sensibilizar as raparigas, pô-las a reflectir sobre as suas escolhas e consequências dos seus actos.


História 119 – O bipeiro da rede



Quando Download, tenta recuperar o seu título de mulherengo assumido, e é apelidado de homem dos Bips pelas suas novas conquistas por não conseguir manter uma relação sexual por muito tempo, terá que selecionar com cuidado os conselhos dos amigos, reflectir sobre as razões do seu fracasso sexual e viver a sua sexualidade, sem prejudicar a sua saúde.


História 118 – O rapto



Quando a campeã de “nomes e terras”, amiga da Graça, recentemente resgatada de uma união prematura, com filho recém-nascido que ainda precisa de cuidados especiais, vê o seu filho, recém nascido ser levado pelo pai que reclama os seu direitos, terá que encontrar apoio para convencer o pai da criança da fragilidade do seu bebé e garantir que o filho tenha todos os cuidados de que precisa.


História 117 – O hit de Nguva



Quando a música gravada por  Download e Balão, para homenagear o casal amigo sero-descordante, Josefina e Dorival viraliza, não intencionalmente, e torna-se no Hit do momento em Nguva, colocará a nú a situação serológica do casal obrigando os dois amigos a encontrar argumentos para provar a sua inocência, achar os culpados e manter a sua amizade firme e duradoura.